Sugestão de leitura: "Tu És Aquilo Que Pensas"

28-02-2020

E se alguém lhe disser: «Tu és aquilo que pensas»? James Allen, afirma isso mesmo. Que tudo o que nos acontece depende dos nossos pensamentos.

Editado em 1902, As as Man Thinketk (título original), coloca no indivíduo a responsabilidade daquilo que lhe acontece. As circunstâncias externas são a consequência dos seus pensamentos, ou seja, o que produz internamente. 

Aponta ainda a dúvida e o medo como os maiores inimigos das grandes realizações.  «Aquele que conquistar a dúvida e o medo terá derrotado o fracasso. Cada pensamento dessa pessoa é um poderoso aliado, e todas as dificuldades são corajosamente enfrentadas e sabiamente superadas.» 

Para os que não consideram esta ideia uma novidade, este livro (também em e-book) vem reforçar a importância de selecionar aquilo que pensamos, como defendem alguns autores mais recentes. 

Para os mais descrentes, esta pode ser a oportunidade para descobrir que:

«As pessoas não atraem aquilo que querem, mas sim aquilo que são.»

«O ser humano é, literalmente, aquilo que pensa.»   

«Enquanto acreditar ser fruto das circunstâncias externas, o Homem será sempre fustigado por estas.» 

«Podemos comparar a mente do ser humano a um jardim, que tanto pode ser meticulosamente cultivado como deixado ao abandono. Mas quer seja estimado ou descurado, irá forçosamente gerar resultados.»

A próxima vez que alguém lhe perguntar: «Quem é que tu pensas que és?», pode responder-lhe: «Eu sou aquilo que penso que sou.»

Boas leituras.

Cristina Pinto