Nunca escreva «Aluga-se Casa»

12-02-2021

Alguns proprietários escrevem nos seus anúncios: «Aluga-se casa». Todos sabem o que isto significa, mas a frase está errada.

Embora este erro tenha sido esclarecido nos cursos de escrita e na minha breve experiência como consultora imobiliária, foi com uma estudante de Direto que aprendi que não se alugam casas. 

Quando a minha amiga de infância entrou para a faculdade, fazia questão de debitar a matéria aprendida. Não o fazia por vaidade, mas como forma de assimilar as aprendizagens. Além das paredes do quarto forradas com matéria e mapas conceptuais, ensinava-me algumas coisas. E, muitas delas, nunca mais esqueci, apesar de não te seguido Direito.

«Sabias que não se alugam bens imóveis? Só se alugam bens móveis. Os imóveis arrendam-se.» Creio que foi mais ou menos assim que ela me ensinou. À explicação dela, não há muito mais a acrescentar porque disse quase tudo.

Conforme consta no artigo 1023.º do Código Civil: «A locação diz-se arrendamento quando versa sobre coisa imóvel, aluguer quando incide sobre coisa móvel.»

Os bens imóveis como casas, lojas, escritórios, terrenos e prédios podem ser arrendados, não alugados. 

Os bens móveis como veículos, máquinas, instrumentos musicais, mobiliário, equipamento geriátrico e roupas alugam-se. Não se arrendam em caso algum.

Se entrar no OLX ou Custo Justo tem a opção correta para arrendar imóveis, mas os proprietários escrevem o que querem nos títulos dos anúncios. Por isso, é normal  (mas errado) ler: «Alugo T1 no centro do Porto...» (com destaque e tudo)! E não se surpreenda se vir este erro num anúncio de uma imobiliária, porque existe. Não sei se por desconhecimento ou por estratégia. 

Agora já sabe, se quiser rentabilizar o seu imóvel sem o vender, arrende-o, mas não o alugue.

Até breve e bons negócios,
Cristina Pinto


Acredito que já tenha lido estas duas palavras. E se tem dúvidas na utilização do hífen, uma breve e simples explicação para ficar sem essa dúvida.

Sem que ninguém esperasse, a semente de uma macieira vingou. Cresceu e tornou-se uma bela árvore. Ainda era jovem, mas já assumia uma beleza que se destacava das outras árvores. As suas folhas verdes e viçosas aumentavam a cada dia. Em pouco tempo, ela ocupava um espaço que não lhe estava destinado. As suas raízes eram fortes e o seu...

Adoro pão de Deus. Especialmente do coco, mesmo no centro do bolo. E se tiver húmido, melhor. Comprei um destes bolos com nome de pão e, como sempre, comecei por comer as bordas. Nem uma trinca na parte do coco. Como já disse, adoro coco, por isso, deixo-o para o fim. Quando finalmente cheguei ao centro do bolo, cheio...