Estabilidade Profissional: Estagnação ou Evolução?

07-06-2019

Existem dois tipos de pessoas. As que procuram a estabilidade profissional e as que procuram a ascensão profissional. Será que a estabilidade pode proporcionar evolução na carreira? Ou será a estagnação o resultado da estabilidade profissional?

Nenhuma pessoa tem garantias de estabilidade vitalícia. Sim, existem boas empresas com boas condições de trabalho e que conseguem proporcionar uma relativa, ou muito boa, estabilidade financeira. A questão é saber durante quanto tempo essa estabilidade se mantém.

Qual o preço dessa estabilidade? O preço pode ser uma estagnação profissional. Repare que, quanto maior for a estabilidade e quanto melhor forem as condições de trabalho, menores serão as probabilidades de uma pessoa mudar de emprego. O receio de deitar tudo a perder pode ser grande e o medo da incerteza pode originar uma paralisia profissional.

Pelo contrário, quando existem poucas regalias, nenhuma perspetiva de carreira, torna-se mais fácil mudar de vida e arrisca-se mais. A escolha de uma nova profissão pode ser radicalmente oposta ou dentro da mesma área, e, eventualmente, com uma vertente empreendedora.

Nem sempre, as pessoas estão dispostas a pagar o preço da estabilidade, e preferem arriscar, mesmo tendo uma carreira sólida e com boas perspetivas. Por vezes, basta sentir que já alcançaram tudo o que já tinham para alcançar ou que não têm o reconhecimento merecido e desafiam-se porque querem mais e sabem que nada é eterno.  

Se tem objetivos claros e bem definidos e sente que já deu o seu máximo. Se é uma pessoa curiosa, resiliente, determinada, confiante, ambiciosa, gosta de desafios e tem auto-motivação para começar tudo de novo, talvez já esteja preparado para mudar de vida ou ainda tem dúvidas

Por outro lado, se a estabilidade o deixa confortável, se ainda espera por uma ascensão na carreira, se ainda não deu tudo o que tinha para dar, se as oportunidades de formação são permanentes e se adora a empresa onde trabalha, poderá estar numa situação de evolução profissional.

O grande desafio é avaliar o estado em que se encontra e tomar a decisão que o faça mais feliz, mas sem colocar em causa a sua estabilidade ou ascensão profissional.

Cristina Pinto