É freelancer e também faz isto quando vai de férias?

02-08-2019

Pensa que é insubstituível e não delega o trabalho quando vai de férias? Consulta o e-mail diariamente e ainda responde? Leva o computador para o hotel para terminar aquele orçamento em apenas duas horas? Atende o telefone aos clientes para dizer que continua disponível em vez de lhes descrever as suas maravilhosas férias?

Enquanto organizava o meu trabalho, ponderei se mantinha as publicações semanais no blog, mesmo em período de férias. Também poderia escrever os artigos com alguma antecipação e agendar as publicações. Ou, ir simplesmente de férias e não escrever, agendar ou publicar nada.

Primeiro, o "não escrever nada" fez-me sentir receio. Nunca falhei uma única semana. Escrevo há sessenta e quatro semanas consecutivas. Esteja com muito ou pouco trabalho. Esteja bem de saúde ou com menos energia. Com ou sem vontade. Escrevo e pronto.

Depois, esbocei um leve sorriso e decidi. Não vou escrever nada.

Tomei esta decisão quando, mentalmente, fechei o meu computador e arrumei a minha confortável cadeira em frente à secretária.

Refleti sobre o meu comportamento em altura de férias nos últimos anos. Tenho a certeza de que não fui a única a agir assim.  Talvez o leitor já tenha feito algumas destas coisas ou ainda faça!

O que eu fazia quando estava de férias

  • Consultava os e-mails quase diariamente! 
  • Respondia...aos e-mails.
  • Atendia chamadas de clientes. NA PRAIA!!!
  • Fiquei disponível para trabalhar em dias de férias.
  • Tive reuniões no período de férias.
  • Pensava em trabalho.
  • E o pior de tudo. Desejava voltar ao trabalho.

O que fiz este ano antes de ir de férias

  • Informei os clientes quando estaria de férias antes de eles decidirem assinar um contrato comigo.
  • Prepararei uma resposta automática para os contactos de e-mails.
  • Não deixei trabalho pendente, mas agendado.
  • Agendei reuniões para depois das férias.
  • Escrevi este artigo para si.

O que eu vou fazer quando entrar de férias

  • Controlar-me para não consultar os e-mails, mas não prometo.
  • Não escrever artigos.
  • Não publicar assuntos de trabalho.
  • As "Teorias de Organização" também estão suspensas, apesar de estarem concluídas.
  • Disfrutar dos dias de descanso ao máximo. 

Porque cometemos estes erros?

Quem trabalha com dedicação, paixão, empenho e responsabilidade pode ultrapassar limites e colocar a profissão num nível extremo. Encontrar o equilíbrio em todas as áreas da vida é saber dosear o tempo que se dedica a cada uma delas. Ninguém é insubstituível. Nem eu, nem o leitor nem o seu cliente.  

Se ainda vai de férias e precisa de ideias para escrever a sua mensagem automática, partilho a minha. Pode levar, mas seja original.

A minha resposta automática