Conciliar o Teletrabalho com o Estudo em Casa

24-04-2020

Se teve de se adaptar ao teletrabalho e, pouco tempo depois, estar disponível para ajudar os filhos no «regresso» às aulas, talvez precise de se organizar. 

É necessário ajustar horários, escolher uma zona de trabalho e gerir uma eventual partilhar dos equipamentos disponíveis. 

Se sente dificuldade em se adaptar a esta nova forma de viver e de trabalhar, imagine os seus filhos. Perderam o contacto direto com a rede escolar e passaram a ter de gerir muita informação. Já não são só ouvintes e executantes de tarefas, têm de assimilar muita informação e aprender a gerir o tempo de forma diferente. Precisam da sua ajuda e o leitor precisa de estar disponível para o seu trabalho.  

Para que cada um consiga executar, com sucesso, os seus compromissos, a organização é fundamental.

Crie Regras

Quando há horários a cumprir, há regras a seguir. Defina um horário para os seus filhos iniciarem o dia, tempo para estudar ou para se divertirem. Organize um local para o estudo, certificando-se que têm todos os materiais disponíveis antes de começarem. Se tiver de estar em reunião avise-os antes e combine um sinal para as emergências.   

Agende os horários

Registe na agenda os horários das aulas e das emissões televisivas do estudo em casa. Pode utilizar a agenda digital e receber alertas antes do início de cada aula. Partilhe a agenda com eles e/ou com quem poderá ter a responsabilidade de ajudar e apoiar o estudo. 

Peça ajuda

Poderá querer ser o responsável, mas se for possível, divida a responsabilidade com o pai ou a mãe. Não tem de fazer tudo sozinho. 

Em alguns casos os filhos mais velhos podem ajudar os mais novos. De acordo com a idade, poderão ensinar, ajudar na pesquisa de informação ou gerir os horários na emissão do estudo em casa.

Seja um professor

Mesmo em teletrabalho poderá estar a cumprir um horário, mas é importante parar e disponibilizar um tempo para estar com eles. Fazer atividades com eles. Abra o livro, pinte um pouco, escreva, pegue na tesoura, faça o que conseguir, mas ajude-os.

O site da EMEL Pela Cidade Fora, com o objetivo de educar para a mobilidade, tem várias atividades de leitura, pintura e jogos para fazer em casa.

Este tempo passará e as dificuldades podem ser ultrapassadas se pensar num dia de cada vez.

Cristina Pinto  


Trabalhar a partir de casa é o desejo de muitas pessoas. Sonham não ter de enfrentar o trânsito, acordar mais tarde, ter tempo para outras tarefas, estar mais tempo junto dos filhos, alimentarem-se a horas com comida feita em casa e, sobretudo, não terem de cumprir um horário fixo.

Queria ser jornalista. Depois de terminar o curso, Filipa conseguiu alguns estágios em jornais e publicações locais. Trabalhava sem contrato e sem horário, mas com muitas promessas. Estava a começar a sua carreia e a esperança tornou-se a razão para apostar tudo em cada experiência que saía frustrada. O jornal fechou, a revista não lhe pagou o que...

Por mais livros que as pessoas leiam, por mais cursos que as pessoas frequentem, por mais gurus que as pessoas sigam, há sempre alguém com dificuldade em mudar de vida.