Como escrever a carta de apresentação

15-02-2019

Se está à procura de emprego e já tem o currículo pronto, junte a carta de apresentação à sua candidatura. Veja aqui a melhor forma de a escrever e o que deve colocar. 

Tal como o currículo, a carta de apresentação, deve ser breve, bem estruturada e sem erros de ortografia. De uma forma resumida, serve para se apresentar e chamar a atenção do recrutador. É uma introdução ao seu currículo.

Tipo de linguagem 

Use uma linguagem formal. Escreva frases simples e curtas e descarte palavras complexas.

Motivo da candidatura

É importante mencionar a razão da sua candidatura. Seja pelo facto de se identificar com os valores da empresa ou porque a sua candidatura é adequada ao perfil solicitado.

Destaque-se 

No meio de muitas candidaturas, é conveniente apresentar-se de um modo diferente. Escreva frases fora do padrão mas sem sair do tom formal. Apresente-se com características únicas e deixe de lado os clichés.

Personalize

Mesmo que escreva muito bem uma carta de apresentação ou se utiliza uma minuta, personalize a carta à oferta de emprego. Nada de enviar a mesma carta para todas as candidaturas. Inclua pormenores que mostrem a exclusividade da sua carta como o nome do responsável de recrutamento, informação que responda à oferta de emprego e a referência do anúncio. Pesquise sobre a empresa e a sua forma de estar no mercado e adapte-se. 

Excesso de informação

Além de aumentar desnecessariamente o conteúdo do texto, informação a mais, pode colocar o seu currículo de lado. Evite o pormenor, detalhes da sua vida privada ou o vencimento pretendido. Lembre-se que menos é mais, por isso, tenha capacidade de síntese. 

Desvalorização

Não implore por um emprego ou por uma entrevista. Mesmo que não tenha todas as competências que são solicitadas para o cargo, não precisa de o mencionar, como por exemplo: "Apesar de não ter experiência em...". Escreva o que sabe fazer bem e qual poderá ser o seu valor para a empresa.

O que incluir

A sua atual situação de trabalho e disponibilidade. Inclua algumas competências e qualificações relevantes, que possam corresponder à oferta de trabalho, e mencione conquistas alcançadas. Apresente-se como sendo a solução perfeita para o problema da empresa, a necessidade de contratar um colaborador.


Se continua com dúvidas e precisa de uma mãozinha, receba gratuitamente uma minuta da carta de apresentação para responder a uma oferta de emprego. 

Use esta minuta, mas adapta-a ao seu perfil e à oferta de emprego que se vai candidatar. Depois de a editar, volte a ler a carta e faça os ajustes necessários. Escreva como se fosse uma oportunidade rara e não como mais uma carta.

Boa sorte.

Cristina Pinto