Biografia de apresentação profissional: como escrever a sua

07-09-2018

Por vezes é muito difícil falarmos de nós próprios e piora quando chega o momento de escrever. Como está a página de apresentação do seu website, blog ou rede social? Ainda tem, na página que a empresa lhe disponibilizou, a sua apresentação por escrever? Ou tem o seu nome, profissão e uma citação referenciada?

Hoje, vamos mudar isso! Vou dar-lhe duas formas de ter a sua biografia de apresentação profissional, seja para uma curta apresentação numa rede social, para a página do wesite dos colaboradores da sua empresa ou para redigir uma carta de apresentação ou de motivação. Uma das formas é através do método: faça você mesmo e a outra é: deixe isso comigo. Sendo a segunda mais fácil, passo a explicar como fazer a primeira.

Como redigir uma biografia de apresentação profissional:

  1. Comece. O grande e principal problema é nunca começar. Abra o seu computador numa página do Word e escreva o seu nome.
  2. Reflita sobre si próprio. Como se define? Quais são as suas principais qualidades e o que sabe fazer bem? Refira a sua experiência enquanto profissional e as formações que considerar pertinentes. Recorde as suas principais conquistas e desafios. Pense no que diria se se estivesse a apresentar a alguém e escreva isso mesmo. 

  3. Seja autêntico e criativo. Seja você mesmo! Não invente características que não lhe pertencem. Apresente-se como gostaria que os outros o vissem sem que tenha de faltar à verdade. Pode enriquecer o modo como se apresenta desde que seja honesto. 

  4. Brilhe. O que é que você faz muito bem que poucos fazem? Procure em si atributos únicos e diferenciadores.  

  5. Menos é mais. Numa biografia de apresentação profissional tem de caber o essencial. Diga o máximo que conseguir em cada frase e deixe de lado o que não for relevante.  

  6. Pense no seu público. Para quem está a escrever? Poderá ser para um recrutador de uma empresa, para os seus clientes on-line, para uma rede social profissional ou para um blog. Adeque a mensagem ao recetor sem nunca esquecer que, se for um espaço virtual e sem restrições de acesso, qualquer pessoa poderá ver essa informação.

  7. Tenha um estilo próprio. Seja num estilo formal, informal, pessoal ou descontraído, escolha um que combine com a sua personalidade e com a entidade que representa. Imagine como seria utilizar um estilo demasiado formal numa empresa que organiza eventos para crianças ou demasiado descontraído e informal numa agência bancária.   

  8. Utilize frases curtas. Se tem dificuldade em escrever frases longas, utilize frases com poucas palavras. Certifique-se que mantém a lógica e a coerência entre cada frase.  

  9. Reveja o que escreveu. Leia em voz alta e volte a reler depois de algumas horas ou no dia a seguir para corrigir erros de simpatia. Altere o que não lhe soar bem. Se for necessário peça a opinião de familiares ou amigos. 

Poderá utilizar o mesmo conteúdo e adaptar aos diferentes canais, seja porque tem um limite de caracteres, ou porque o público que o lê poderá ser diferente. 

Escrever uma pequena biografia de apresentação é também um bom exercício de autoconhecimento. Mesmo que não tenha a necessidade de escrever uma agora, pode ter um esboço escrito por si, verá que terá muito mais facilidade em falar de si quando conseguir "escrever-se" primeiro.

Cristina Pinto