4 Ideias para Manter o Arquivo Organizado

05-06-2020

Se a sua vontade para organizar uma pilha de papéis levou o leitor a arregaçar as mangas e a colocar o seu arquivo em dia, segue-se o próximo desafio: manter o arquivo em ordem.

No artigo Como Organizar Papéis e Documentos, dei dicas para conseguir organizar os papéis em 3 passos. Agora, deixo 4 ideias simples de implementar e que podem fazer a diferença para manter o arquivo sempre em ordem.

#1 Delegar

Delegue um responsável para arquivar os documentos. Se ninguém se responsabilizar por essa tarefa, os papéis podem voltar a acumular-se sem que ninguém dê por isso.

#2 Planear

Defina um período, semanal, mensal ou conforme a necessidade, para organizar os papéis. Se ganhar o hábito de executar esta tarefa com regularidade, conseguirá ter a sua papelada organizada durante muito mais tempo.

#3 Caixa na entrada

Utilize uma caixa ou um cesto de correio à entrada de casa ou do escritório para colocar todos os papéis para serem arquivados. Não incluía os que devem ir logo para o lixo ou reciclagem. Pode ser uma caixa simples onde junta todos os documentos ou um cesto de correio com divisórias para fazer logo uma triagem.

Cesto de correio
Cesto de correio

#4 Localização do arquivo

Quanto mais próximo tiver o arquivo de si, mais provável será manter a organização. Se tiver as pastas num lugar de difícil acesso, vai ser mais difícil manter a organização. Mantenha o arquivo ativo ao seu alcance. Se não gosta de o ter exposto, existem soluções simples e práticas para ter o arquivo por perto e organizado.

Como mantém o seu arquivo sempre organizado?

Cristina Pinto


O interesse na assistência virtual em Portugal veio colocar muitas perguntas. Se há algum tempo a pergunta era: «O que é uma assistente virtual?» Hoje a pergunta é: "O que é preciso para ser assistente virtual?" Isto mostra bem o quanto esta profissão ainda tem para crescer. A procura por informação e cursos nesta área aumentou para responder a...

O medo pode funcionar como uma proteção para a nossa sobrevivência, mas se nos condicionar e impedir de fazer coisas que queremos, não evoluímos e também pode colocar em causa o nosso progresso profissional.