4 Erros na Candidatura Espontânea

03-07-2020

A candidatura espontânea poderá ser uma oportunidade para conseguir um novo emprego, mas antes de enviar a sua, certifique-se que não comete estes 4 erros.

Algumas empresas podem não anunciar vagas de emprego e recrutar candidatos que enviaram uma candidatura de forma espontânea para tentar a sua sorte. Se anda de olho numa empresa que gostaria de trabalhar, e não encontra ofertas de emprego, envie uma candidatura espontânea.

Não tenho uma grande empresa, nem um departamento de recrutamento, mas de vez em quando recebo candidaturas. Depois de as analisar, encontrei algumas questões que podem ser um obstáculo para conseguir uma vaga:

#1 Não identificar o responsável de recrutamento

No site do CLIC existe uma página de contactos (como a maioria das páginas de um projeto ou organização). Se desconhecer quem é a pessoa responsável pelo recrutamento, poderá dirigir-se à pessoa que se apresenta nos contactos. Porquê? Demonstra interesse, cuidado, preparação.

#2 Falta de personalização

Tirando algumas exceções, recebo e-mails que poderiam ser escritos para qualquer empresa. Não encontro um único detalhe que me mostre que a carta de apresentação foi escrita exclusivamente para mim. Por vezes penso que a pessoa que se candidata não quer trabalhar no projeto CLIC, quer uma oportunidade de trabalho, seja onde for. Um detalhe importante: para mim é valorizado um candidato que se identifique com o projeto. Porque haveria de escolher uma pessoa competente que não demonstra interesse no projeto em vez de outra, igualmente competente, mas com vontade em fazer parte de uma ideia? Demonstre que tem interesse pela empresa, identifique-se com os seus valores para que a sua candidatura possa ser valorizada. 

#3 Enviar candidaturas em massa

A regra é simples: um e-mail, uma candidatura. Nada de escrever o mesmo e-mail para vários destinatários ao mesmo tempo e enviar em BCC ou mesmo CC. Demonstra desespero e falta de cuidado.

#4 Currículos desatualizados

Quando o currículo é acompanhado por uma carta de apresentação, o texto deverá ser um resumo do currículo e este deverá estar atualizado. Se o candidato optou por colocar a data no currículo (não recomendo), deverá atualizá-la. Enviar um currículo com a data de há 2 anos não favorece uma candidatura. 

Se competir com outros profissionais pode ser difícil, ao reduzir os erros de uma candidatura, estará a diminuir a possibilidade de ser excluído.

Até breve.

Cristina Pinto


Trabalhar a partir de casa é o desejo de muitas pessoas. Sonham não ter de enfrentar o trânsito, acordar mais tarde, ter tempo para outras tarefas, estar mais tempo junto dos filhos, alimentarem-se a horas com comida feita em casa e, sobretudo, não terem de cumprir um horário fixo.

Queria ser jornalista. Depois de terminar o curso, Filipa conseguiu alguns estágios em jornais e publicações locais. Trabalhava sem contrato e sem horário, mas com muitas promessas. Estava a começar a sua carreia e a esperança tornou-se a razão para apostar tudo em cada experiência que saía frustrada. O jornal fechou, a revista não lhe pagou o que...

Por mais livros que as pessoas leiam, por mais cursos que as pessoas frequentem, por mais gurus que as pessoas sigam, há sempre alguém com dificuldade em mudar de vida.